Diego Alves e Fla aceitam cláusula semelhante à de Rafinha; goleiro pode sair sem multa para o exterior

FOTO: DIVULGAÇÃO

Flamengo e Diego Alves chegaram próximo do adeus. As partes não chegavam a um consenso sobre a renovação de contrato. Porém, nesta quinta-feira (17), os dirigentes cariocas e o estafe do arqueiro cederam e selaram um novo acordo. Contudo, o goleiro pode sair do Mais Querido sem o depósito da multa rescisória, caso ele receba proposta do exterior, assim como aconteceu com o lateral direito Rafinha.

No novo contrato, que está sendo elaborado para a assinatura do goleiro, há cláusula que permite Diego Alves aceitar proposta do exterior, sem precisar de pagamento de multa rescisória. Semelhante ao que aconteceu com Rafinha, quando, em meado de 2020, o lateral aceitou a oferta do Olympiakos, da Grécia, e se despediu sem a necessidade do aval do Mengão. A informação foi divulgada primeiramente pelo jornalista Mauro Cezar Pereira, do Uol Esporte.


Apoie o Mengão! Camisa e outros produtos oficiais em promoção


Sendo assim, com ambas as partes mais flexíveis, o arqueiro pode se despedir do Mengão caso receba proposta do exterior, apenas comunicando a diretoria carioca, sem necessidade de pagamento da multa rescisória. O novo acordo entre Flamengo e Diego Alves é de 12 meses. Ou seja, até dezembro de 2021. O goleiro cedeu ao tempo de contrato, enquanto o Rubro-Negro ofereceu aumento superior ao de 10% – o camisa 1 desejara 30%, inicialmente.

De contrato renovado – embora ainda não assinado -, Diego Alves treina na tarde desta sexta-feira (18), no Centro de Treinamento do Ninho do Urubu. A equipe está na reta final de preparação para o jogo contra o Bahia, pela 26ª rodada do Brasileirão. O confronto terá início às 18h15 (horário de Brasília) de domingo (20), no Maracanã. O arqueiro está confirmado como titular neste confronto com o time baiano.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *