Mauro Cezar aponta sequência de jogos ‘fáceis’ do Flamengo, mas frisa: “Obrigação é pontuar”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

O Flamengo depende apenas de si para ser campeão do Campeonato Brasileiro 2020. Embora esteja em terceiro lugar, com 45 pontos, cinco atrás do líder São Paulo, o Rubro-Negro tem um jogo a menos, além de um confronto direto com a equipe paulista. No podcast Posse de Bola #82, do Uol Esporte, Mauro Cezar Pereira fizera ponderação sobre a sequência de jogos do Mengão.

 

O Flamengo voltou a depender só dele para ganhar o campeonato porque dependia de tropeço do São Paulo. Antes também de tropeço do Atlético-MG, o Atlético-MG tropeçou no Inter, o São Paulo perdeu para o Corinthians, então ele depende só dele -, disse Mauro Cezar, antes de prosseguir:


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Agora a carne asada está sendo servida ao Flamengo. Botafogo, reservas do Santos, fosse o titular, aí a carne seria bem mais dura, difícil de engolir, mas essa está macia, e a próxima é o Bahia, que está mortinho, é impressionante, o que foi o Bahia contra o Palmeiras? Até tentou atacar, finalizou mais, mas não ofereceu nenhuma resistência, o Palmeiras passeou, o professor Mano não está conseguindo nem montar uma defesa do Bahia minimamente segura, que era uma coisa que ele fazia, que horror -, ponderou.

Embora aponte para uma sequência mais ‘fácil‘ do Flamengo, o jornalista frisou o fato de o Rubro-Negro precisar mesmo é de somar pontos. Na visão do jornalista, o Mengão tem evoluído e já apresenta atuações mais sólidas do que no tempo de Domènec Torrent, demitido no início de novembro após sofrer seguidas goleadas.

A obrigação do Flamengo agora é pontuar, progredir pouco a pouco, eu achei que domingo foi melhor que contra o Botafogo. Não acredito em grandes saltos de qualidade de um jogo para outro, acho que isso vai ser gradual, acho que se o Flamengo quiser brigar pelo título, ele vai ter que em janeiro, lá no Fla-Flu, dia 6, talvez já atingir um nível melhor do seu futebol -, analisou o jornalista, que concluiu:

Está mais equilibrado, menos exposto do que quando era o Domènec o técnico, mas cria menos, com o catalão o time criava mais situações. Demorou a fazer 1 a 0, o primeiro tempo teve esse problema, finalizou uma bola só em direção do gol, e aí depois ganhou o jogo com certa facilidade, o que também é normal nesse tipo de confronto, um adversário mais fraco se defende e em algum momento começa a aparecer espaço, é o chamado jogo de paciência, e o Flamengo ganhou o jogo, cumpriu seu papel contra o Santos reserva, é óbvio que tinha obrigação de ganhar -, encerrou.

Nesta terça-feira (15), o Flamengo começa a preparação visando o jogo com o Bahia. O confronto está marcado para as 18h15 (horário de Brasília) de domingo (20). O embate acontece no Maracanã, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro ocupa a terceira posição na tabela de classificação, com 45 pontos, enquanto a equipe baiana está em 16º, com 28.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *