Jornalista se assusta com torcida do Flamengo, Gabigol ainda confia no título e novo acordo por cota de TV; veja o que #BombouNoColuna

  • Jornalista se assusta com superioridade da torcida do Flamengo e indica “extinção” de rivais cariocas

Neste sábado (30), aconteceu a grande final da Copa Libertadores da América. O duelo acontece entre Palmeiras e Santos foi disputado no Maracanã. Devido à pandemia de Covid-19, não houve venda de ingressos, no entanto, cerca de cinco mil pessoas foram convidadas, entre torcedores, dirigentes e autoridades. A imprensa esportiva presente no Rio de Janeiro para a cobertura e a quantidade de torcedores do Flamengo ‘assustaram’ um repórter paulista.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Durante o programa ‘Baita Amigos’, da Band, o jornalista Marcelo Rozenberg comentou sobre a sensação de no Rio de Janeiro só existir torcedores do Flamengo e apontou as demais torcidas como ‘em extinção’. [LEIA NA ÍNTEGRA]

  • Gabigol revela conversas com companheiros por título do Brasileirão: “Nossa atitude tem mudado”

Faltando seis rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, o Flamengo segue vivo em busca do título. Com 58 pontos, na segunda colocação, a diferença é de quatro para o Internacional, líder com 62. Em meio a isso, o atacante Gabigol, que já foi campeão brasileiro pelo Rubro-Negro em 2019, prega confiança para sequência do torneio. [VEJA AQUI]

  • Segundo jornalista, Flamengo espera faturar até R$ 35 milhões com cotas de TV do Carioca

Mesmo com o Estadual com data marcada para iniciar no dia 28 de fevereiro, ainda não há definição sobre quem irá transmitir a competição. Apesar do imbróglio em 2020 com a MP 984, que dava o direito ao mandante da partida escolher como e onde transmitir o jogo, a Rede Globo voltou a ter interesse pelo torneio, mas segue atrás na corrida com o SBT, que oferece maior flexibilização no uso de outras plataformas além da TV aberta. Segundo o jornalista Jorge Nicola, com esse modelo, o Flamengo projeta arrecadar em torno de R$ 35 milhões. [CONFIRA TODOS OS DETALHES

LEIA TAMBÉM:

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *