Comentarista de arbitragem sugere juiz argentino para jogo entre Flamengo e Inter: “Para o bem do futebol”

FOTO: REPRODUÇÃO/SPORTV

A 36ª rodada, embora decisiva, não mudou muito na briga pelo título, visto que Flamengo e Internacional venceram seus compromissos. Contudo, o ponto principal da jornada foram as polêmicas de arbitragem, que envolveram diversos duelos, principalmente os da luta pela taça. Dessa forma, Salvio Spíndola, comentarista de arbitragem da TV Globo, sugeriu um trio inusitado no Programa Seleção Sportv. Em suma, quando questionado, o ex-árbitro apontou sua escolha ‘diferente’.

Podemos dizer que é a final do Brasileirão. Eu, se fosse a CBF, para o bem do futebol brasileiro pegava o telefone e ligava para a AFA (Federação Argentina), trazia um árbitro argentino, um árbitro estrangeiro para apitar esse jogo. A arbitragem brasileira neste momento precisa disso, para o bem do futebol e para o bem da arbitragem. 

Como mencionado, os duelos mais polêmicos da rodada 36 envolveram os dois postulantes ao título. Isso porque, no jogo de São Januário, as linhas de impedimento do VAR estavam descalibradas e, dessa forma, um possível gol impedido do Internacional foi validado. Já no Maracanã, um impedimento de Gabigol foi revertido em bola na rede, após a mesma ferramenta funcionar na sala do VAR.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


A fim de atingir seus objetivos, o Mais Querido folga nesta segunda (15), antes de seguir preparação. O Flamengo encara o Internacional neste domingo (21), às 16h (horário de Brasília), no Maracanã. A partida contará com exibição da TV Globo, mas o Coluna do Fla traz a transmissão mais rubro-negra da internet, com Rafa Penido no comando.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Como assim ” impedimento de Gabigol revertido com bola na rede”? Que reportagem tendenciosa é essa?
    Todos os jogos de todas as 36 rodadas os gols com possíveis impedimentos foram validados ou não pelo VAR, inclusive o do Gabigol, no caso do Inter foi o único caso em todo o campeonato que o VAR deu problema e não foi usado.