Insegurança? Estatísticas apontam problema de Hugo Souza com saída de bola no Flamengo

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Por: Jonas Coelho

Xodó do Flamengo, Hugo Souza teve início repentino no profissional e rapidamente se tornou peça importante no elenco rubro-negro. Todavia, após falha com os pés que encaminhou a eliminação do Mengo na Copa do Brasil, o jovem goleiro passou a demonstrar insegurança ao iniciar a saída de bola, apesar da firmeza debaixo do gol.

Durante as partidas do Flamengo, é fácil observar a hesitação de Hugo em jogadas mais arriscadas. Desde o erro contra o São Paulo, o goleiro procura não enfeitar e recorre aos chutões para evitar novas falhas. As estatísticas do garoto no Brasileirão comprovam tal insegurança. De acordo com dados do SofaScore, o camisa 45 acerta tem aproveitamento de 37% em passes longos.

Para efeito de comparação, o titular da posição, Diego Alves, acerta 56% nas tentativas de longa distância. Nos passes curtos, Hugo Souza eleva drasticamente seu aproveitamento, subindo para 73%. Contudo, continua abaixo do camisa 1 no quesito, que possui 82%.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Na temporada atípica de 2020, Hugo Souza saiu de quarta opção do Flamengo para reserva imediato de Diego Alves. Devido ao longo período de ausência do camisa 1, que sofreu por sucessivas lesões, o garoto do Ninho foi o goleiro que mais figurou na equipe titular, com 20 jogos no Brasileirão, o dobro de Diego.

Para o próximo compromisso diante do Corinthians, Hugo deve continuar fechando o gol, enquanto Diego Alves segue em recuperação de lesão. Vivo na briga pelo título brasileiro, o Mais Querido precisa voltar a vencer para encostar na liderança. O jogo será disputado no Maracanã, às 16h (horário de Brasília). O Coluna do Fla traz a transmissão mais rubro-negra da internet, com a voz de Rafa Penido.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *