Jornalista acredita em título do Flamengo, mas alerta: “Depende também de Rogério Ceni”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Com a derrota do Internacional para o Sport, por 2 a 1, o Flamengo volta a depender apenas de suas forças para ser campeão. Isso porque, com um ponto de diferença para o líder, o Mais Querido ainda possui um confronto direto, ou seja, pode fazer a ultrapassagem no duelo decisivo. Apesar das grandes chances de levar a taça, o jornalista Renato Mauricio Prado, no programa Fim de Jogo do UOL, fez questão de explicitar que a equipe rubro-negra não foi o timaço visto em 2019.

Eu acho que esse ano, a não ser que o Flamengo seja campeão e aí você pode dizer que no papel o Flamengo tem um timaço, mas não jogou como um timaço, o Flamengo se for campeão esse ano, não terá sido um timaço que foi, por exemplo em 2019, longe disso, anos-luz, não jogou. – afirmou.

Além disso, o jornalista seguiu a linha de raciocínio com uma análise da temporada e do trabalho de Ceni no Fla. Dessa forma, ele comentou que nenhuma equipe jogou um futebol vistoso e, principalmente, constante no período. Contudo, a grande atenção de Renato foi com o treinador do Flamengo, do qual não recebe nenhum tipo de confiança. Em suma, o comentarista afirmou que o Mengo pode ser campeão mesmo com Rogério no comando.

Ninguém jogou como timaço esse ano, essa é que é a grande verdade. Ninguém jogou como timaço. O Flamengo tem no papel um timaço, mas, do papel para a prática, esse ano vai uma diferença gigantesca. E eu não sei, o Flamengo depende de si, mas o Flamengo depende também do Rogério Ceni, e isso me deixa nervoso. – completou.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Por enquanto, Rogério Ceni segue no comando do Flamengo e, dessa forma, mantém o plano de preparação visando o duelo contra o Corinthians. O Flamengo encara o rival paulista neste domingo (14), às 16h (horário de Brasília), no Maracanã. A partida contará com exibição do Premiere FC, mas o Coluna do Fla traz a transmissão mais rubro-negra da internet, com Rafa Penido no comando.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *