Rogério Ceni aponta Bruno Henrique como ‘peça-chave’ em esquema tático adotado no Flamengo

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

O Flamengo estreou no Campeonato Brasileiro, no último domingo (30), com uma vitória por 1 a 0 em cima do Palmeiras, no Maracanã. O Rubro-Negro deu o início a caminhada para o novo título da competição. Após a partida, o técnico Rogério Ceni rasgou elogios a Bruno Henrique, que deu assistência para Pedro marcar o único gol do jogo.

Em entrevista coletiva, Ceni colocou o camisa 27 como um jogador chave em seu esquema tático. Além disso, o técnico aproveitou para destrinchar as substituições feitas ao longo da partida.

– Eu gosto muito do Bruno Henrique, antes de vir pro Flamengo eu já gostava. Eu gosto de ter jogadores rápidos. Bruno Henrique e Gabigol com dois meias por fora, ou Pedro de referência e tentar ter dois jogadores rápidos. O Everton Ribeiro combina com eles também, ele é acima da média – antes de completar:


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


– Mas tentei manter Bruno Henrique e Michael, depois coloquei o Muniz no lugar do Pedro, e o Vitinho foi fazer a função do Arrascaeta. Mas, sem velocidade, é muito difícil chegar ao gol. Então, o quanto é importante a presença de um Bruno Henrique no jogo – finalizou.

A tendência é que Bruno Henrique tenha cada vez mais importância no elenco do Flamengo. Isso porque, com os desfalques para a Copa América e Olimpíada, o camisa 27 será a referência no ataque, visto que Gabriel Barbosa e Pedro devem aparecer nas listas das convocações para as competições das Seleções.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *