Clubes pretendem contratar CEO e formar ‘Conselho Administrativo’ para nova Liga

FOTO: MARCOS CORRÊA/PR

O futebol brasileiro pode passar por uma grande reformulação nos próximos anos. Isso porque, os clubes se uniram e pretendem criar uma ‘Liga’, tirando o poder das mãos da CBF. Para isso, os presidentes chegaram ao consenso de que precisarão contratar um executivo para gerir administrativamente a competição.

Os presidentes dos clubes, por outro lado, irão formar uma espécie de ‘Conselho Administrativo’, para ajudar a gerir o novo torneio. O CEO ficará a cargo da parte operacional. O profissional será contratado e receberá salário, como acontece no modelo das principais ligas pelo mundo.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


Sobre o Conselho criado entre os presidentes, ainda será debatido algumas questões, como quantos membros da Série A e quantos da Série B farão parte, além do tempo de mandato. O estatuto ainda será criado e, nele, será definido todas as pendências. Sobre o CEO, é unânime a necessidade de um profissional para tratar de negociações com fornecedores, arbitragem, questões comerciais e de marketing, entre outros pontos.

É importante frisar que ainda não foram tratados os temas de negociação dos direitos de transmissão, que deve ser toado pelo CEO. Contudo, este assunto pode causar polêmica, tendo em vista que cada clube pode querer se sobressair financeiramente ao outro. A nova Liga, no entanto, não será empresarial, mas sim associação, por conta de a maioria das equipes nacionais não serem empresas.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *