Wallim revela cobrança de Vagner Love ao Fla em 2013 e garante: “Ele diz que queria ficar, mas quis ir embora”

FOTO: DIVULGAÇÃO/FLAMENGO

Em 2013, logo no dia 13 de janeiro, um acontecimento inusitado deixou a todos os torcedores e imprensa assustados. Em uma coletiva de imprensa, o então presidente Eduardo Bandeira de Mello estava junto com o atacante Vagner Love, anunciado a sua devolução ao CSKA, clube que o Flamengo havia adquirido o jogador. Vice de futebol na ocasião, Wallim Vasconcellos contou em detalhes como se deu a negociação.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


A Patrícia (Amorim) comprou o Love por 10 milhões de euros. Naquela época, 10 milhões de euros era uma fortuna, o Flamengo pagou quatro milhões de euros à vista e devia seis milhões de euros. O salário do Vagner Love era R$ 1 milhão, R$ 1 milhão e pouco por mês de reais. A gente já devia R$ 1 milhão e pouco para ele também. Aí eu cheguei para ele e falei: “Ô Vagner, não tem condição”. Falei para o Pelaipe: “Chama o jogador, o empresário… Não tem condição, não tem dinheiro para pagar. Pergunta se o CSKA aceita de volta sem pagar nada”. Aí ele (Vagner Love) falou: “CSKA, fechou”. E aí eu falei “Tá bom, então vamos negociar aqui essa tua dívida, aí você libera a dívida, que você está liberado”. Aí ele falou: “Não dá para liberar, não sei o quê…” —, revelou Wallim em entrevista ao “Charla Podcast”.

Wallim contou que após a resistência inicial do atacante em abrir mão da dívida que o Flamengo tinha com ele, acabou aceitando as condições e voltando ao time russo. O ex-dirigente revelou também que diferente do que Love disse na época, ele também tinha o desejo de retornar ao CSKA. Inclusive, o noticiário na ocasião informava de uma suposta insatisfação do atacante, o que ele negou na coletiva de despedida.

— Aí eu falei: “Pelaipe, pede para o Vagner botar o calção, pode ir para o treino, já que ele não quer negociar e o Vagner falou: “Eu quero ir embora porque estou precisando de dinheiro, preciso voltar pra lá porque vou ganhar em euro”. Falei “Cara, um milhão de reais, você libera e está liberado. O Flamengo, já perdeu os quatro milhões de euros. Você vai viver a tua vida”. Afinal das contas, ele topou, apesar de depois na imprensa dizer que ele queria ficar no clube, mas ele quis ir embora também. Foi bom para os dois. Para ele, para o Flamengo, o Flamengo não ia conseguir pagar o salário dele —, finalizou.

VEJA A ENTREVISTA COMPLETA:

Vagner Love disputou 80 jogos com o Manto Sagrado e marcou 47 gols. Foram duas passagens. A primeira, em 2010, quando formou com Adriano, a dupla “Império do Amor”. Depois, em 2012, quando o clube já vivia uma fase muito conturbada dentro e fora das quatro linhas. Mesmo muito identificado e torcedor do Flamengo, o atacante nunca conquistou títulos pelo clube. Seu nome é sempre especulado nas janelas de transferência.

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Não, Rodrigo. A Patrícia apenas botou mais um prego no caixão. O Flamengo já vem sendo f***** desde os tempos de Kleber Leite lá na metade dos anos 90, com a sua “engenharia financeira”. Ele, Edmundo e Márcio Braga foram os que realmente afundaram o Flamengo. E escreva aí: o Landim será o próximo…

  • Quis sinalizar as palavras pra realçar e acabou fazendo o sistema excluir os verbos.
    De novo:
    Erraram no tempo do verbo da última frase.
    Onde está escrito …é… leia-se …era…

  • Erraram no tempo do verbo da última frase.
    Onde está escrito leia-se .

  • Essa Patrícia quebrou o Flamengo… pqp