Atacante pede ida de Gabigol à Europa na próxima janela de transferência: “É o momento”

FOTO: GILVAN DE SOUZA/FLAMENGO

Gabriel Barbosa é um dos principais nomes do Flamengo. O jogador chegou ao clube carioca em 2019 por um empréstimo junto à Inter de Milão, no entanto, na temporada de 2018, já estava no futebol brasileiro e atuava pelo Santos. O atacante Thiago Ribeiro, ex-companheiro do atacante rubro-negro, apontou que está na hora do camisa 9 retornar à Europa.

Em entrevista à ESPN, Thiago Ribeiro afirmou que este é o momento de Gabi retornar ao futebol europeu para ter condições de jogar em alto nível no Velho Continente: “Eu acho que o Gabigol já deveria pensar a partir da próxima janela, em janeiro, ou meio do ano que vem, verão europeu, para ir para um grande clube da Europa. Acho que é o momento. Ele está com 25 anos, se não me engano, a idade que fui para a Itália. Se ele for ano que vem, 26 anos, poderia jogar sete, oito anos em alto nível na Europa”.

Além disso, Thiago relembrou a passagem de Gabi pela Europa, quando defendeu a Inter de Milão e o Benfica. O jogador, inclusive, revelou o que pode ter atrapalhado o atacante do Flamengo a desempenhar boas atuações no futebol europeu.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


– Eu falo que o jogador que joga no Brasil, joga em qualquer lugar, quando tem talento. Às vezes, o que atrapalhou o Gabigol foi a mentalidade. Porque, quando a gente vai jogar em um outro futebol, a gente tem que se adaptar ao lugar e entender que o dia a dia, a cultura, o que acontece dentro de campo são coisas diferentes do Brasil. E nós que vamos ter que nos adaptar àquele estilo, não eles que se adaptam a nós. Falo isso por mim, porque, muitas vezes, queria que os jogadores de lá fizessem aquilo que eu já estava acostumado. E quem tinha que se adaptar a eles era eu.

Com Gabigol à disposição, o Flamengo encara o Barcelona de Guayaquil pela semifinal da Libertadores. O Rubro-Negro entra em campo na quarta-feira (29), às 21h30 (horário de Brasília), Estádio Monumental Isidro Romero Carbo, com dois gols de vantagem para garantir a vaga à final da competição.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Pensei que aquele time de 2019 fosse ficar junto por muito tempo. Aí logo no início do ano seguinte, lá foi Pablo Marí pra Europa. Depois, o Mister. Depois o Gérson.
    O problema é que aqui tempos problemas que na Europa não existem. Lá chega um sheik cheio da grana, compra um gigante europeu e gasta 500.000.000 de euros pra comprar um jogador. Aqui, as leis não permitem isso, e nem sheik algum tem interesse em investir aqui.
    Os jogadores da base, ao contrário de Zico, Cantarele, Rondinelli, Adílio, Leandro, Tita, Mozer, etc .., não sobem ao profissional pensando em fazer carreira no clube. Já na base sonham em ser vendidos pra qualquer Íbis europeu. Fica difícil manter nossos meninos aqui. Poderíamos estar formando um time fantástico só de sub-23, com Vini Jr, Paquetá, Reinier, Rodrigo Muniz, etc .. mas, onde eles estão agora? Sem sheiks e com as leis que temos, o Flamengo demorou 06 anos até poder deslanchar como o melhor da América. Tempo demais.
    O urubu rei tem toda a razão. Enquanto a Europa pensa em dinheiro e lucro, nós aqui na América do Sul ainda estamos em briguinhas políticas entre esquerda e direita, querendo fazer reforma agrária e brigando com unhas e dentes pela CLT. E ainda prendendo pessoas por emitirem opiniões. É uma luta de UFC entre um peso pesado e um bebê de dois meses. Os argentinos, únicos concorrentes reais que temos, estão na merda. Quase não jogam desde o ano passado, até o Fluminense ganha dos “gigantes” de lá. Um dos destinos deles é jogar no Brasil!!rsrs. Lembro TB do poço de arrogância dos ingleses do Liverpool ao disputarem a final do Mundial de 1981, quando olhavam pros jogadores do Flamengo de nariz empinado e rindo. Nem sabiam que existíamos. Somos periferia do futebol mundial, e o pouco respeito que os europeus ainda têm por nós é que, aqui na América do Sul, existem 1 campeão, 1 bi-campeão e outro penta-campeão mundial de futebol. Senão, nem isso.
    Se Gabigol quiser ir embora, não temos como impedir.

  • A decisão do Gabi de deixar o flamengo não deve ser nada fácil e definitivamente não mexe
    apenas com grana, Gabi teve uma experiência ruim em dois grandes da Europa(o benfica
    é um clube grande). Depois da passagem ruim o cara volta pro Brasil e no flamengo vive a
    “melhor fase da carreira”, isso acrescido de um salário alto e pago em dia. Agora eu pergunto
    será que vale a pena arriscar o certo pelo “duvidoso” não esquecendo que o tal duvidoso já
    deu errado uma vez. O Mister e o Rafinha fizeram isso, O Mister na questão da grana ainda
    passa, mas nunca mais no benfica vai ganhar os títulos e fama que ganhou aqui, o Rafinha
    nem isso,

  • SE Gabi for inteligente, vai para a Europa, ainda mais valorizado, depois da Copa do Mundo de 2022.

  • Não tenho redes sociais mais se tivesse iria falar um monte a esse Thiago Ribeiro que nem sei quem e querendo levar o Gabigol
    O cara e feliz no Malvadão junto da Magnética o resto que se F…
    Ficam especulando isso e aquilo e atrapalha o jogador o time todo…. hipócritas!

  • Urubu Rei, sou seu fã, moleque! KKK

  • urubu_rei, entendo seu comentario.

    Mas a questao ai nao é tao simples. Nao basta o gabigol querer ir para europa. Tem de haver um time interessado, e se, honestamente, esse time nao for de primeiro escalao eu se fosse o gabigol nao iria. Para disputar nesse alto nivel que voce falou ele tem q ir para primeiro escalao. Um city, united, barça, atletico de madrid, inter, juve e por ai vai

    Para ele ir para times do tamanho de sevilha, west ham ou fiorentina sinceramente é melhor ficar aqui onde vai ser idolo e fazer historia no clube. Imagina onde estara gabigol em numeros e no hall de idolos ? Imagino que ele tenha potencial para ficar abaixo apenas do zico.

  • A torcida querendo ou não, a elite do futebol está na Europa. Não se trata de complexo de vira latas ou qualquer coisa do tipo. Assisti Manchester City e PSG hoje, e parece ser outro esporte de tão diferente do futebol praticado aqui. Mesmo atletas mais desvalorizados destes elencos mostram ter outro nível de fundamentos. E o atleta que não quer disputar com os melhores, que não quer se colocar entre os melhores, é uma raridade de ser encontrada. E isso não tem nada a ver com o Flamengo em si, tem a ver com a realidade do futebol sul americano. Somos periferia mundial, só não vê e aceita quem não quer.

  • Simples assim. Para jogar em alto nível, basta vestir a camisa do Mengão

  • Thiago Ribeiro, com todo respeito, deixe de ser idiota.
    Já está na hora de pararmos com essa mentalidade de que o melhor tem que ficar lá fora.
    O Flamengo é um excelente clube, paga em dia.
    Gabigol tem um ótimo salário e é feliz no Flamengo e no Rio de Janeiro.
    O futebol brasileiro tem se profissionalizado cada vez mais e por isso que nosso campeonato é tão competitivo.
    Tenho certeza que se Gabigol quisesse sair do Mengão, já teria ido. Talvez ele esteja priorizando a felicidade e não outros conceitos como o seu, de que o melhor está lá fora.
    Faz um favor? Vai comentar sobre futebol da Europa e esqueça da gente aqui, pois não precisamos de seus pitacos…putz, tem cada um!!!!