Com desfalques em todos os setores, Renato ‘quebra a cabeça’ para escalar Flamengo em clássico

FOTO: MARCELO CORTES / FLAMENGO

O Flamengo enfrenta o Fluminense, neste sábado (23), pelo Brasileirão, e novamente terá time misto em campo. Com desfalques em todos os setores do campo, Renato Gaúcho terá de quebrar a cabeça para definir a escalação titular do Rubro-Negro, principalmente no comando de ataque.

Gabigol, com entorse no tornozelo, e Pedro, poupado, não devem ir a campo e, assim, deixam lacuna importante no setor ofensivo do time. O terceiro reserva da posição é o garoto Victor Gabriel, que pode ter ‘chance de ouro’ no Fla-Flu. Renato também tem a possibilidade de optar por uma improvisação no comando de ataque, com Vitinho ou Kenedy.

Ao todo, o Flamengo tem sete desfalques para enfrentar o Fluminense. Além dos centroavantes, David Luiz, Arrascaeta, Bruno Henrique, todos entregues ao departamento médico, são ausências confirmadas. Filipe Luís, suspenso, também está fora de combate. João Gomes, por sua vez, foi diagnosticado com dengue e está fastado por tempo indeterminado.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Com lista grande de desfalques, Renato deve mandar a campo a seguinte formação: Diego Alves, Matheuzinho, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Renê; Willian Arão, Thiago Maia, Everton Ribeiro, Andreas e Michael; Vitinho (Kenedy ou Vitor Gabriel).

O Fla-Flu será disputado às 19h (horário de Brasília), no Maracanã, com exibição do Premiere FC. Contudo, o Coluna do Fla traz a transmissão mais rubro-negra da internet, via YouTube. Rafa Penido comanda narração, acompanhado do comentarista Tulio Rodrigues.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Pra mim quebrar cabeça para escalar time é sinal de burrice, cada jogador tem seu reserva imediato, simples assim e mais nada…….

  • Eu escalaria o seguinte time: Diego Alves (na falta de outro); Matheuzinho, Gustavo Henrique, Rodrigo Caio e Ramon; Arão, Andreas, Diego e Éverton Ribeiro; Michael (se BH27 ainda estiver fora) e Pedro (se Gabigol não recuperar).
    Andreas se sente melhor como 2º Volante, e Diego é meia de ofício. Vitinho já entra em campo com sono, Thiago Maia não está bem, Kenedy ainda não disse a que veio e Léo Pereira já deveria ter sido doado ao Íbis, depois das cagalhoadas que fez na Arena da Baixada. Acho que esse time ganha das “poderosas” até com certa facilidade. Até porque, no Brasileirão, ficou dificílima a situação depois daquele empate ridículo com o Cuiabá, onde o time não jogou absolutamente nada e ainda foi garfado pela CBF. Então, na minha humilde opinião, o melhor a fazer é ir levando com o alternativo no Brasileirão, fazendo o dever de casa e esperando tropeços do Atlético-MG, e soltar a tropa de elite na Libertadores e Copa do Brasil. Mesmo ganhando os dois jogos adiados e o confronto direto com o Galo, ainda ficaremos 1 ponto atrás deles, por isso dependemos de novo tropeço deles, mas sem poder perder mais nenhum mísero ponto até o fim do campeonato. Uma tarefa muito difícil, e com um elenco à beira de estourar, mas….sei lá… Deus já provou que é rubronegro, depois da final da Libertadores de 2019 e do sofrimento que foi o título do Brasileirão de 2020. Vai que dá?rs

  • O Renato insistentemente continua com Renê ,Léo Pereba e Vitinho. Não dá chances aos meninos do Flamengo, é inadmissível o Ramon ser reserva de Renê, o Gustavo Henrique ser reserva do Léo Pereira e o Vitinho ser titular de qualquer forma. Mais uma vez iremos passar vergonha e perder par as flores.