Henrique Dourado afirma não ter se arrependido de trocar Flamengo por clube chinês no ‘ano mágico’ de 2019

FOTO: GILVAN DE SOUZA 

O ano de 2019 foi marcado como a temporada da glória para o Flamengo. Isso porque, neste período o Rubro-Negro realizou altos investimentos e, inclusive, conquistou o Campeonato Brasileiro, Libertadores e o Campeonato Carioca. No entanto, quem não participou destes títulos foi Henrique Dourado, que deixou o Mais Querido em fevereiro.

Após uma proposta tentadora do Henan Jianye, da China, o Flamengo vendeu o atacante. A negociação foi um pedido inicial do jogador, que viu o futebol chinês como a oportunidade de sua vida. Logo depois, o atleta viu o Rubro-Negro carioca iniciar a hegemonia no cenário nacional, visto que, de lá para cá, são nove títulos conquistados.

– Lembro que a proposta chegou de madrugada. Sentei, conversei com a família e o meu empresário e eu decidimos aceitar o projeto e encarar o desafio. Era algo que tinha em mente e aconteceu tudo naturalmente (…) Já me falaram que saí no ano em que o Flamengo ganhou tudo. Eu fiquei feliz porque cada um tem uma trajetória na vida. Não tenho arrependimento por ter saído, fiz grandes amigos por lá. Se eu tivesse algum arrependimento, não estaria feliz comigo. Tudo ocorreu da forma que deveria acontecer. Foi uma honra ter vestido a camisa do Flamengo – e continuou:


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


– Foi algo que daqui um ou dois anos não teria a chance de chegar outra proposta como chegou. O tempo passaria e perderia a oportunidade. Eu saí em comum acordo com o Flamengo, que topou me negociar. Não foi só uma escolha minha – finalizou ao ESPN.com.br.

Cabe destacar que logo na estreia no time chinês, Henrique Dourado marcou um gol, mas sofreu uma fratura na perna e acabou ficando fora dos gramados por alguns meses. Na ocasião, o atacante foi liberado para fazer a recuperação no Brasil e, inclusive, utilizou as dependências do Flamengo e, logo depois, optou por terminar no Palmeiras, onde atuou no fim da temporada de 2019.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • A única coisa que sabia fazer era cobrar pênalti.

  • Há um ar de quem quis sair do Mengão por decisão própria….
    Não é verdade!
    A torcida não aguentava mais o H. Dourado que provou ser um “perna de pau” sortudo, pois fez gol de tudo quanto foi jeito, em 2017 (32 gols), jogando pelo Flu. Foi para a China e só fez 8 gols jogando na terra em que o bom sai de lá jogando menos.
    Sua venda, pelo Mengão, foi considerada uma sorte grande do clube, que pagou uma fortuna ao Flu e recebeu um zero à esquerda, em termos de futebol.
    No Fla-Flu decisivo do Carioca de 2017, deu uma ceifada, ao marcar gol aos 4 minutos, como se tivesse dado o título ao Flu, gozando a torcida rubro-negra. Entretanto, o Mengão virou o jogo no finalzinho e….mais um Carioca na Gávea.
    Acho que parou de jogar, aos 31 anos….mui estranho.