“Não é justificável”, diz jornalista sobre ausência de Vinicius Jr na Seleção

FOTO: DIVULGAÇÃO / REAL MADRID

A ausência de Vinicius Júnior foi uma das novidades que mais chamou atenção na convocação de Tite, na manhã desta sexta-feira (29). Não demorou muito para o assunto se tornar um dos mais falados nas redes sociais e debatidos na mídia esportiva. O jornalista da UOL, Julio Gomes, por exemplo, criticou a opção do treinador brasileiro e a definiu como injustificável.

E a grande polêmica foi a ausência de Vinícius Jr. Não é justificável. É provável que na cabeça de Tite esteja mandando a seguinte lógica: Vini Jr foi mal na seleção, Antony e Raphinha foram bem, não seria “justo” não levar isso em consideração. Os dois garotos “oportunizaram” as chances que tiveram -, opinou.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Por outro lado, a decisão, em comum acordo entre CBF e Tite, por não convocar atletas atuantes no futebol brasileiro foi elogiada por profissionais e especialistas. O goleiro Chapecó, do Grêmio, é a única exceção entre os 23 jogadores selecionados.

—Na reta final da temporada brasileira e com a seleção já virtualmente classificada para a Copa do Mundo, não tem sentido prejudicar os clubes. É um debate antigo. A CBF precisa ajustar o calendário, e a CBF é “dona” da seleção, então é ela mesma que precisa cortar na carne. Por mais que os jogadores queiram sempre ser convocados, até para eles é melhor ficar fora neste momento. Evita lesões e uma série de problemas.

No dia 11 de novembro, a Seleção Brasileira encara a Colômbia, em compromisso marcado para as 21h30 (horário de Brasília), na Neo Química Arena, em São Paulo. Na sequência, vai até o San Juan del Bicentenário para enfrentar a Argentina, também pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2022. Esse clássico, por sua vez, acontecerá às 20h30 (de Brasília) do dia 16.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *