Tabu a ser quebrado: Flamengo não vence no Castelão desde 2019

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Neste sábado (09), o Flamengo enfrenta o Fortaleza, em jogo válido pela 25ª rodada do Brasileirão. Após tropeçar no último compromisso, diante do Red Bull Bragantino, o Mais Querido tenta se reerguer e busca uma vitória em confronto direto no G-6. No entanto, para conseguir o triunfo, o Rubro-Negro precisará quebrar um tabu que já dura dois anos. Isso porque, no momento, o Mengão não vence na Arena Castelão desde 2019.

Ao todo, o Flamengo disputou três partidas no Castelão desde a última vitória do Flamengo na praça. Na ocasião, o Mais Querido venceu o Fortaleza por 2 a 1, com gols de Gabigol e Reinier. Sendo assim, o Rubro-Negro duelou duas vezes com o Ceará e uma vez com o Tricolor, adversário do próximo sábado (09). Diante do Alvinegro, um empate (em 2021) e uma derrota (em 2020). Já contra os comandados de Vovjoda, apenas uma igualdade, pelo Brasileirão de 2020.

CONFIRA OS ÚLTIMOS QUATRO JOGOS DO FLAMENGO NO BRASILEIRÃO:

Ceará 1 x 1 Flamengo – Brasileirão 2021
Fortaleza 0 x 0 Flamengo – Brasileirão 2020
Ceará 2 x 0 Flamengo – Brasileirão 2020
Fortaleza 1 x 2 Flamengo – Brasileirão 2019

Para o confronto diante do Fortaleza, o Mais Querido deve ter uma série de desfalques. Isso porque, no momento, Arrascaeta, Isla, Gabigol e Everton Ribeiro estão entregues às respectivas Seleções para a Data FIFA. Além disso, David Luiz, Diego Ribas e Gustavo Henrique estão entregues ao departamento médico e sequer viajaram para Atibaia. Em compensação, Filipe Luís e Diego Alves, poupados no último cotejo, devem retornar à titularidade.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


A fim de quebrar o tabu, o Mais Querido mantém o plano de preparação em Atibaia e, na sexta (08), viaja para a capital Cearense. Flamengo e Fortaleza se enfrentam no sábado (09), às 19h (horário de Brasília), na Arena Castelão. A partida contará com transmissão do Premiere FC, mas o Coluna do Fla traz a transmissão mais rubro-negra da internet, no YouTube.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *