Público de Flamengo x Atlético-MG figura entre os maiores do Brasileirão 2021; veja ranking

FOTO: GILVAN DE SOUZA/FLAMENGO

O futebol brasileiro vai, aos poucos, retomando à normalidade e ganhando vida nas arquibancadas. Ainda seguindo protocolos de segurança, torcedores voltam aos seus lugares de origem, se tornam forças e empurram o time para vitórias importantíssimas. Caso, por exemplo, do triunfo do Flamengo sobre o Atlético-MG, por 1 a 0, diante de 24.696 rubro-negros no Maracanã. O embate bateu o recorde de público em jogos do Mais Querido no Brasileirão e é quarto no ranking geral da Série A.

A vitória do Atlético-MG sobre o Grêmio, por 2 a 1, na última quinta-feira (03), contou com 56.624 pessoas no Mineirão e bateu o recorde geral do Brasileirão 2021 – pelo menos até o momento. Corinthians e Chapecoense, na 29ª rodada, aparece na sequência com 39.734 torcedores na Neo Química Arena. O Alvinegro mineiro também figura no terceiro lugar do ranking ao contar com um público presente de 30.637, no triunfo por 2 a 1 diante do Cuiabá.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


O Flamengo, conforme já mencionado, aparece na quarta colocação do ranking geral, com 24.696 pessoas presentes no Maracanã – entre flamenguistas e atleticanos. O Atlético-MG não conseguiu quebrar a sinergia entre Rubro-Negro e Maior do Mundo nem mesmo vivendo o melhor momento dos últimos 50 anos. Assim, com gol de Michael, o Alvinegro foi derrotado pelo concorrente direto por 1 a 0.

O São Paulo é quem figura nas últimas duas colocações do G-6 no ranking – com 23.874 e 19.867, respectivamente. O Tricolor venceu os dois compromissos citados por 1 a 0: o primeiro contra o Corinthians e o outro diante do Internacional.

Na próxima sexta-feira (05), o Maracanã abrirá os portões para Flamengo e Atlético-GO, pela 19ª rodada do Brasileirão. O compromisso, no entanto, deve ter menor apelo entre torcedores em relação ao confronto direto com o Atlético-MG – visto que a situação no Brasileirão é complicada e as chances de título remotas. O embate está marcado para as 21h30 (horário de Brasília).

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *