Braz fala sobre ‘amor e ódio’ de portugueses com Jesus: “O Benfica que tem que resolver”

Vice-presidente de futebol tira ‘responsabilidade do Flamengo’ em relação conturbada entre Jesus e benfiquistas


Jorge Jesus deixou o Flamengo em 2020, e levou na bagagem o carinho e a idolatria dos rubro-negros. Mesmo ao comando do Benfica, o técnico segue sendo frequentemente lembrado pelos flamenguistas que, inclusive, desejam seu retorno. Em meio aos elogios vindos do Brasil, o Mister conta com uma relação conturbada em Portugal, e o assunto foi comentado por Marcos Braz neste sábado (18).

Esse amor e esse ódio que têm pelo Jorge são Portugal e o Benfica que têm de resolver. O Flamengo nada tem a ver com isso. É uma loucura essa situação -, disse.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


Antes de embarcar rumo à Europa para iniciar a maratona em busca de um novo técnico, Marcos Braz atendeu alguns jornalistas e falou sobre o momento em que se encontram Jorge Jesus, o Benfica e seus torcedores. O dirigente definiu a situação como ‘uma loucura’ e fez questão de tirar do Flamengo qualquer tipo de responsabilidade sobre o clima tenso.

Além de Marcos Braz, quem também está na Europa é Bruno Spindel, e a maratona em busca de um novo treinador se inicia neste domingo (19). A dupla têm algumas reuniões marcadas e, também, cartas na manga. Entre os principais nomes, estão: Jorge Jesus, Carlos Carvalhal, Paulo Fonseca e Paulo Sousa, e a meta dos dirigentes é retornar ao Brasil na próxima semana já com o comandante escolhido.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *