Ex-jogador do Benfica diz que Jorge Jesus costuma ofender atletas

Pedrinho revelou, ainda, alguns conselhos que tem dado a Everton Cebolinha durante sua passagem pelo Benfica


Prioridade na lista de desejos da torcida do Flamengo, Jorge Jesus pode deixar mais manchas do que glórias nesta segunda passagem pelo Benfica. Além da forte rejeição por parte dos adeptos, o Mister também não deixou boas lembranças na trajetória de Pedrinho no clube português. O ex-benfiquista tem, inclusive, aconselhado Everton Cebolinha a deixar o time.

Durante entrevista ao Gazeta Esportiva, Pedrinho comentou sobre a qualidade de Jorge Jesus, mas fez questão de destacar o jeito difícil do treinador. Disse, até, que, em determinados momentos, o atleta tem medo de encará-lo durante um treinamento, por exemplo.

Desde que cheguei ao Benfica, nunca duvidei das capacidades técnicas de Jorge Jesus, ele é muito bom. Mas a forma como ele trata as pessoas é determinante para o seu rendimento. Algumas pessoas lidam de forma mais fácil. Alguns jogadores acabam a jogar sob pressão. Aqui o técnico do Shakhtar diz que é preciso ter prazer de jogar, no Benfica tinha uma pressão para não errar. Jorge Jesus não dá total liberdade para conversar.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Às vezes, você faz uma jogada no treino e ele te ofende quando você só quer ajudar ajudar. O jogador fica com medo e pensa: ‘Se fizer isso, ele vai reclamar!’ Chega um momento em que você não se sente confortável em campo e não consegue nem render -, contou.

Pedrinho contou, ainda, que tem aconselhado constantemente Everton Cebolinha a deixar o clube. Recentemente, o empresário do atleta garantiu que Jorge Jesus tem prejudicado a evolução do brasileiro dentro do clube português.

Converso com o Everton diariamente e digo-lhe que vir para o Shakhtar ajudou-me bastante a recuperar o meu futebol e a minha confiança. Ele tem de pensar bem e não quero influenciar a sua decisão. É um grande jogador e, como fã dele, quero é vê-lo jogar e ser feliz.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Jorge de Jesus é um técnico “duro”, que costuma chamar a atenção e advertir os jogadores “sem rodeios”. Mas dizer que ofende (e da maneira como escreve, parece ser de forma proposital), já é um exagero. Se fosse assim, ele seria uma pessoa sem carisma por parte dos grupos que já passou e não raro, teríamos muitas discussões com medalhões e corpo-mole de atletas. Vemos isto? Claro que não!

  • Tudo chorão! Jogador brasileiro não quer um treinador, não quer cobrança, quer é um amiguinho que só fala o que ele quer ouvir. Por isso poucos dão certo na Europa. Por isso Reinigth gaúcho, Abel Braga são idolatrados no Brasil, tudo amiguinho de jogador.

  • Que jogador mimizente.. p q p