Jornalista vê zagueiro como prioridade para Flamengo no mercado

Especialista destaca estilo de jogo de Paulo Sousa para reforçar necessidade de contratações no setor defensivo


Com comissão técnica definida para os próximos dois anos, o Flamengo começa a planejar quem chega e quem sai para 2022. A ideia é montar um plantel que consiga levar o clube de volta ao caminho dos títulos, assim como ocorreu em 2019 e 2020. Para isso, o jornalista Vitor Guedes acredita que o foco rubro-negro nesta janela de transferência seja no setor defensivo – principalmente na contratação de um zagueiro.

A tendência, vendo o que o Paulo Sousa fez em seus principais trabalhos e no último, na Polônia, ele varia muito a maneira de jogar do meio para frente. Quase sempre começa com três zagueiros de fato ou com alguém que faça o terceiro zagueiro na saída. É um papel que Filipe Luís pode fazer perfeitamente com David Luiz e Rodrigo Caio. Ele sempre atua com dois pontas abertos, para abrir o campo.

– A tendência é que o Flamengo precise de mais um zagueiro. Se jogar com três, vai faltar zagueiro. Léo Pereira e Gustavo Henrique não suprem os titulares. Se o Willian Arão fizer como zagueiro, vai faltar volante. É necessário um lateral-esquerdo. O Ramon ainda não se firmou totalmente e o Filipe Luís podendo fazer uma dupla função. Em tese, o Flamengo precisa de um zagueiro e de um lateral-esquerdo -, concluiu.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Cabe pontuar, ainda, que o Flamengo tem alguns vínculos por empréstimo se encerrando nesta temporada – casos como o de Andreas Pereira e Thiago Maia, por exemplo. Por outro lado, o clube já renovou com Diego Alves, Filipe Luís e Diego Ribas, conhecidos como a ‘Geração 85’ no experiente plantel rubro-negro.

Há, também, o foco nas chegadas. Até o momento, o nome de maior peso é o de Philippe Coutinho, do Barcelona, que tem pretensões de chegar à Copa do Mundo e por isso estuda o mercado brasileiro como opção. Um familiar do meio-campista confirmou o contato de dirigentes cariocas com o atleta.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Absurdo a comissão técnica e dirigentes do Flamt não terem enxergado que com os componentes da d Desa que a equipe possui, seria quase impossível se ganhar algum campeonato importante.

  • Absurdo a comissão técnica e dirigentes do Flamt não terem enxergado que com os componentes da d Desa que a equipe possui, seria quase impossível se ganhar algum campeonato importante.

  • Absurdo a comissão técnica e dirigentes do Flamt não terem enxergado que com os componentes da d Desa que a equipe possui, seria quase impossível se ganhar algum campeonato importante.

  • Absurdo a comissão técnica e dirigentes do Flamt não terem enxergado que com os componentes da d Desa que a equipe possui, seria quase impossível se ganhar algum campeonato importante.

  • Absurdo a comissão técnica e dirigentes do Flamt não terem enxergado que com os componentes da d Desa que a equipe possui, seria quase impossível se ganhar algum campeonato importante.