Fabiano de Abreu: “Indecisão de Jorge Jesus e marra dos dirigentes do Flamengo mudaram curso da história”

Sinceramente, eu não conhecia bem o Paulo Sousa até ele treinar a Polônia, seleção de Lewandowski. Uma seleção com um jogador como este chama atenção, assim como o treinador. Como português, eu não poderia deixar de prestar atenção nele, mas não vi nada demais. Foi então que estudei seu repertório, e também não vi nada demais. Então ainda estou com esta interrogação da razão dos dirigentes do Flamengo tê-lo contratado. Bom, se a seleção polonesa o chamou, há algo ali de interessante. Se bem que, após a sua saída, foi tão “apedrejado” por haters, seja torcedor ou esportistas poloneses, que ele tem a obrigação de fazer bonito.

O Jorge Jesus, coitado, indeciso, preso à responsabilidade chamada Benfica, equipe em que ele tinha por honra e orgulho trazer troféus. Sim, ele voltou ao clube português pela pendência que o perturbava psicologicamente e os adeptos do clube, novamente, não o perdoou. Ele deve estar vivendo um inferno astral terrível, já que o tempo foi seu pior inimigo. Não conseguiu nada no time, foi rejeitado pela maior torcida de Portugal, ficou em cima do muro sobre o seu contrato e quem poderia magoar, e ainda se deparou com um Flamengo que se coloca superior a qualquer outro, e é.

Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura

Sabemos que os dirigentes rubro-negros têm uma arrogância nata, mas isso não deixa de ser charme para valorização. Também uma estratégia para que os valores não sejam exorbitantes pela fama do clube de milionário.

A questão do tempo então prejudicou Jorge Jesus que ficou sem o Benfica, sem o Flamengo e, agora, negocia com um clube sem relevância, o Atlético-MG. É claro, a equipe está em boa fase, mas depende de um financeiro externo, de investidores, diferente do Flamengo que tem uma torcida tão grande e uma receita tão alta que depende apenas da própria marca. A diferença entre treinar o Flamengo e outra equipe do Brasil é a relevância e fama. A massa rubro negra deixa legado, um Atlético Mineiro não tem a mesma força.

Se o Jorge Jesus treinar o Galo e não for campeão, pode se aposentar, é caso de fim de carreira!

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Falou verdades, exceto na frase que usou as palavras arrogância, charme e estratégia. Ali, kagol no p…

  • Só falou besteira. O Flamengo fez de tudo para ele não sair e agora para voltar. A arrogância foi dele.

  • Parabéns Fabiano de Abreu. Excelente post. Exatamente o que aconteceu.

  • Quanta baboseira. Como apaga isso da memória?