Flamengo monitora situação de jogadores que encerraram 2021 no departamento médico

Caso de Rodrigo Caio aumenta atenção da diretoria rubro-negra, que não quer repetir os erros da temporada passada


Em 2021, o Flamengo sofreu com muitos desfalques na equipe titular e com jogadores importantes vindos do banco. Tanto que, além de Rodrigo Caio, que está internado no Rio por conta de uma suposta infecção nos pontos da artroscopia no joelho, outros seis atletas encerraram o ano no departamento médico. O caso do zagueiro fez com que a atenção fosse redobrada, mas é importante frisar que nenhum destes jogadores preocupa o Mais Querido.

Bruno Henrique e Everton Ribeiro, dois presentes na lista, devem seguir a programação normalmente com o restante do elenco. A dupla realizou um tratamento especial de Plasma Rico em Plaquetas (PRP), a fim de acelerar a cicatrização dos músculos afetados. A resposta foi considerada bastante positiva por parte dos atletas e animou a diretoria do Mais Querido. O camisa 7, além das atividades no CT antes das férias, tem se mostrado muito ativo em treinamentos por conta própria.

Já a situação trio Diego Alves, Filipe Luís e Michael, é um pouco mais complicada. Mesmo com lesões similares às de Bruno Henrique e Everton Ribeiro, eles perderam os cotejos derradeiros da temporada 2021 e realizaram tratamentos no CT. No entanto, a liberação dos atletas ainda depende do aval do departamento médico rubro-negro. Por fim, Vitinho ainda se recupera de artroscopia e deve realizar atividades específicas no campo a partir do início da pré-temporada.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


O elenco do Flamengo retorna às atividades na próxima segunda-feira (10), às 9h (horário de Brasília), um pouco antes da coletiva de apresentação de Paulo Sousa. O português já começa a comandar os treinos no CT Ninho do Urubu e terá tempo para conhecer o elenco rubro-negro. Vale destacar que o primeiro compromisso do Mais Querido acontecerá 16 dias depois, contra a Portuguesa-RJ, em duelo válido pelo Campeonato Carioca.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • No final da década de 70, o Flamengo contratou 3 jogadores machucados: Osni, Cláudio Adão e Carpeggiani, tratou-os e formaram a seleFla com título mundial, inclusive. Hoje o DM do flamengo é um terreiro de macumba. Com o perdão dos macumbeiros, que não fazem essas aberrações do Tannure.