Jornalista aponta posição de maior ‘carência’ para Paulo Sousa no Flamengo

Segundo André Rocha, do UOL, a ala esquerda é uma incógnita no time do português

Com a chegada de Paulo Sousa, o time do Flamengo deve sofrer mudanças dentro de campo. Isso porque, o treinador português pode utilizar uma formação com três zagueiros, e fazer com que vários jogadores atuem em outras funções. Neste cenário, Filipe Luís deve jogar como um defensor pela esquerda, abrindo espaço para outro atleta no corredor daquele lado. A ala, inclusive, é a posição de maior ‘carência’ na equipe, segundo afirmou o jornalista André Rocha, em seu blog no UOL Esporte.

— Se é praticamente consenso que Filipe Luís, por conta da idade e dos problemas físicos em 2021, será um terceiro zagueiro pela esquerda no provável 3-4-2-1/3-4-1-2 quando o time estiver com a bola, quem fará a função de ala no setor? Nas escalações propostas surgem quase sempre os nomes de Bruno Henrique e Michael. Mas já ficou claro que é um desperdício ter o primeiro fixo pela esquerda, ainda mais se o ataque tiver Pedro e Gabigol. Ficaria muito longe da área adversária e sacrificado na fase defensiva — disse antes de completar:

As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!

E Michael, poucos lembram, atuou assim na despedida de Rogério Ceni: derrota por 2 a 1 para o Atlético no Mineirão. O artilheiro do time no Brasileiro pode ser um ponta que trabalha sem bola com dedicação, mas não tem força física, nem leitura de jogo para cumprir a função. Além disso, os dois são destros e a equipe há tempos sente falta de um canhoto para dar profundidade ao setor. Chegando ao fundo para servir os companheiros ou finalizar. No elenco há Ramon, que tem características de lateral e precisaria ser burilado pelo novo técnico, e Kenedy, que já atuou como ala na Europa, mas prefere disputar posição no ataque pela direita — declarou.

O clube, no entanto, não deve ir ao mercado para reforçar o setor, já que mira a contratação de um goleiro, um zagueiro e um volante. Em meio a isso, caso Paulo Sousa utilize a formação com três defensores com os alas, terá que buscar soluções dentro do próprio elenco ou nas categorias de base. Na próxima segunda-feira (10), os jogadores retornam das férias e se reapresentam no CT Ninho do Urubu para dar início aos trabalhos de pré-temporada. Este será o primeiro contato do novo comandante com o plantel rubro-negro.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Por isso, acho mais interessante utilizar o Willian Arão como terceiro homem da zaga e deixar Filipe e Isla como alas, em suas respectivas posições. Por fim, gostaria de parabenizar o André Rocha pela excelente análise, pois infelizmente são poucos os profissionais da mídia com qualificação para fazer uma análise deste nível.

  • Não acredito que contratar só zagueiro, goleiro e volante resolva os problemas do Flamengo! O ataque vive cheio de problemas com Arrascaeta sendo convocado, machucado, Gabigol sendo convocado e o banco de reservas super fraco! Teria que contratar atacantes e meias para brigar por titularidade ou reforçar o banco de reservas!!!

  • Não acho que o time tenha que se adequar ao técnico, mas o técnico se adequar ao time, em cada canto do mundo o futebol tem um estilo próprio, não acho que o Flamengo daria certo com 3 zagueiros, e onde Paulo passou não apresentou grandes resltados com esse esquema. Mas que 2022 seja um bom ano para nosso Mengão.