Grêmio demonstra interesse em Diego Ribas, reserva no Flamengo

Meio-campista tem recebido poucas oportunidades de Paulo Sousa e não pretende se aposentar em 2022


O Flamengo não esconde o desejo de reformular o elenco em meio à atual temporada. Diego Ribas, de 37 anos, está entre as opções em que o Rubro-Negro não iria se opor à saída caso chegasse uma proposta. Precisando somar pontos para subir da Série B do Campeonato Brasileiro, o Grêmio vê no camisa 10 da Gávea uma ótima opção para reforçar o plantel.

A diretoria do Tricolor procurou os dirigentes do Flamengo em busca de informações sobre Diego Ribas, atualmente reserva na equipe de Paulo Sousa. A procura, contudo, ainda está em estágio inicial, como uma sondagem, mas há o interesse de contar com o atleta já em 2022, segundo o jornalista César Fábris.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Importante citar, contudo, que tanto o empresário de Diego Ribas quanto a diretoria do Grêmio negam veementemente qualquer contato. Isso porque, o Tricolor tenta fechar a contratação de Lucas Leiva, de 35 anos, mas o tempo de contrato vem se tornando empecilho. Por isso, o foco gaúcho é, primeiramente, fechar com o volante.

Diego Ribas não vem recebendo muito espaço no Flamengo. Ele atuou somente em 12 dos 34 jogos da equipe carioca na temporada, somando 469 minutos em campo, média de 39′ por partida. O camisa 10, contudo, não tem interesse de se aposentar após o término de 2022, pois acredita que ainda tem “lenha para queimar” por mais dois anos, pelo menos.

Paulo Sousa deixa claro que não conta com Diego Ribas para o restante da atual temporada e não é contrário à saída do meia. O treinador, no entanto, está prestar a ser demitido do Flamengo. Os dirigentes analisam quem colocar no lugar do português, que dificilmente continuará no cargo depois de sábado (11), quando o Fla encara o Internacional, às 21h (horário de Brasília), no Beira-Rio. Este duelo é válido pela 11ª rodada do Brasileirão.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Se eu fosse o Diego, iria para os EUA. Lá, as ligas estão se profissionalizando e entregando condições bem melhores para trabalhar do que aqui no Brasil, com calendários insanos, instituições corruptas, dirigentes amadores, jogadores contestados. Isso, se o Flamengo não renovar com esse cara (pois merece, é um grande jogador).
    Vai ser feliz nos “Unaitedi Istatês”, capitão!!! KKK

  • Além do que você falou, lembro que na época das vacas magras, quando o Flamengo perdia todos se apressavam em sair de campo rapidamente. O Diego não, ficava e falava para imprensa e isso para mim demonstrava o respeito que ele tinha com os torcedores e com a instituição.

  • Isso ai! os youtubers e os torcedores de memória curta estão botando para fora do clube o jogador que marcou a virada de chave do time comum que só ficava no meio da tabela para o time que passou a disputar as competições. Ele cometeu erros? Sim perdeu penaltis em momentos chaves mas quem lembra do penalti da final da Copa do Brasil de 2017 deve lembrar do gol dele que nos levou para a final na semi contra o Botafogo! O time montado em 2019 era muito melhor que o de 2016-2018, daí a torcida esqueceu que esse camarada carregou nas costas o time por 3 temporadas. Desde o Rueda ele joga fora de posição, mas isso o torcedor não ta enxergando.
    Ele deve sair mesmo do clube até para preservar a sua imagem que foi arranhada pela imprensa mas devia ao menos ter uma despedida digna.