Marinho chora no Maracanã: “Não tem sido fácil”

Atacante marcou pela primeira vez no estádio desde a chegada ao flamengo

Vivendo um período conturbado, o Flamengo conseguiu alívio na noite deste sábado (25). O Rubro-Negro recebeu o América-MG no Maracanã e, com atuação consistente, venceu por 3 a 0. O último gol do jogo foi marcado por Marinho, atacante que não conseguiu engrenar no clube. Na comemoração, o camisa 31 não segurou a emoção e foi aos prantos.

Eu sei que não tem sido fácil, mas vestir essa camisa é um privilégio. É um choro de desabafo, pelo tanto que estou aqui trabalhando, me dedicando. Eu sei que as coisas não estão acontecendo. Estou num clube incrível, e as vezes as coisas têm que acontecer muito rápido aqui. Eu sei o quanto tenho trabalhado, me esforçado, quietinho –, disse antes de completar:

O professor chegou e falou comigo que vai me dar oportunidades, só quer me ver trabalhando e me dedicando, como sempre foi. Hoje, poder entrar e fazer gol… eu estava precisando disso. Tenho muito a fazer. Não sou um craque, mas sou muito dedicado, sempre falei isso. É um privilégio vestir a camisa do Flamengo e eu quero cada vez mais fazer o meu melhor para dar alegria ao torcedor. Eles merecem, tudo que fazemos em campo é por eles, essa torcida maravilhosa –, finalizou, em entrevista ao Premiere.


Saiba como ganhar dinheiro com jogos de futebol!


Com 14 rodadas de competição já disputadas, este foi apenas o primeiro gol de Marinho no Brasileirão – antes, com a camisa do Flamengo, ele só havia marcado um tento, ainda no Campeonato Carioca. Agora, assim como Marinho, o Fla tenta retomar a confiança e o caminho das felicidades na temporada. O time volta a campo já na quarta-feira (29), quando encara o Tolima (COL), pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *