“Esperou para favorecer o Flamengo”: goleiro do Goiás perde a linha e detona arbitragem

Rubro-Negro marcou gol de empate aos 39 minutos do segundo tempo


O Flamengo empatou por 1 a 1 com o Goiás neste domingo (11), no Estádio da Serrinha, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O único gol rubro-negro foi alvo de críticas pela equipe goiana, que não gostaram da marcação árbitro Ramon Abatti Abel. O goleiro Tadeu, inclusive, destacou que o apitador favoreceu o Mais Querido durante o confronto.

— Não tem polêmica, foi falta. A bola estava em minha posse, e o jogador cabeceou a minha mão. Essa regra eu não conheço. É difícil, a gente fez um grande jogo e mereceu ganhar. Ser prejudicado dessa forma é complicado. A gente não esperava que fosse diferente, por ser esse árbitro. Ele foi pressionado — destacou, antes de finalizar:

— O cidadão que está no VAR a gente já conhece muito bem. Não é a primeira vez que prejudica o Goiás. São dois pontos que merecíamos ter ganhado. Não falhei, a bola estava em minha mão. O erro foram deles (arbitragem). O árbitro falou que apitou a falta e estava esperando a checagem do VAR. Ele deixou o lance correr justamente pra poder dar uma interferida e favorecer a equipe do Flamengo concluiu, em entrevista pós-jogo.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


O gol do Flamengo saiu no final da partida, aos 39 minutos. O meio campista Arrascaeta cruzou na área e o zagueiro Léo Pereira dividiu a bola com o goleiro Tadeu, que reclamou pedindo falta para o árbitro Ramon Abatti Abel. O apitador, no entanto, foi ao VAR e analisou o lance, validando o tento rubro-negro na partida deste domingo (11).

Apesar de manter a invencibilidade no Brasileirão, o Flamengo ficou mais distante da briga pelo título. Isso porque, o Rubro-Negro está nove pontos atrás do líder Palmeiras, que venceu o Juventude por 2 a 1 no último sábado (10). Desta forma, o Mais Querido fica com uma situação bastante complicada no Campeonato Brasileiro.

A partir de agora, o Flamengo foca as atenções para o jogo desta quarta-feira (14), contra o São Paulo, pela volta das semifinais da Copa do Brasil. O duelo será realizado a partir das 21h45 (horário de Brasília), no Maracanã, com exibição da Rede Globo, em TV aberta, e da Amazon, via streaming. O Coluna do Fla, no entanto, traz a transmissão mais rubro-negra da internet, no YouTube.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Diziam os mais antigos que lugar de chorar é na cama ou no bola preta.

  • Na minha opinião o Léo antecipou antes que a bola chegasse nas mãos do Tadeu. Não por ser Flamenguista, vi desta forma.

  • O GOL foi legal!!

  • Cebolinha não tá jogando nada e Dorival não tira ele! Hoje vemos que Lázaro faz falta porque fazia um falso nove com qualidade!!! Para a próxima temporada o Flamengo tem que melhorar muito o time reserva !!!

  • Falta total de humildade do goleiro. Primeiro ele culpa o juiz pelo lance que obviamente ele falhou. Dai entao ele quer repassar a culpa pela falha no lance. Numa analise fria da para ver que o Leo pereira antecipa o goleiro chegando na frente da jogada. Em momento algum o goleiro ja tinha a posse da bola e é tocado. Se muito (e é bem dificil de ver) há um contato mínimo que claramente nao impacta no ato do goleiro pratica a defesa. Oras, futebol é um esporte onde há contato dentro de um limite aceitavel, nao há nada na regra que diz que o goleiro é intocável.
    Em segundo lugar, espero que ele pegue um gancho pois se fosse um jogador do Flamengo proferindo essas palavras ja teriam 5 procuradores do tribunal tentando enquadrar o jogador para perda de jogos

  • Foi falta mesmo… Sou flamenguista, mas a arbitragem do Brasil tá muito ruim. Nesse ano Palmeiras, Goias e Internacional foram muito prejudicados pelos arbitros e VAR. Chega a ser ridículo. Espero que o meu mengão ganhe sem que o campeonato seja manchados….

  • Se tivesse um pouquinho de humildade, assumiria que falhou no gol e pronto. Saiu mal e dividiu com o Léo Pereira, levando a pior, já que a bola sobrou pro Matheus França fazer o gol. Foi só isso que aconteceu, só isso que as imagens mostraram. Alegar que tinha o domínio (posse) da bola, beira o ridículo… tentando jogar a culpa do seu erro na conta do árbitro.

  • Antes de falar m., ele deveria rever o lance na TV. Não teve nada de falta, o Leo Pereira chegou antes dele. Disputa de bola. Alguns goleiros acham que existe uma regra de que “goleiro não pode ser tocado na pequena área”. Só na cabeça deles. Aliás, o Goiás, como todos os times treinados por esse Jair, foi extremamente retranqueiro o jogo inteiro. Impressionante foi ele achar que merecia sair com uma vitória dali.

  • Antes mesmo do jogo começar o dirigente, o presidente?, do Goiás já estava reclamando… Os exemplos vêm de cima. Agora, esse goleirinho se acha!… Vai ter que comer muito feijão p ser alguma coisa no futebol. P começar tem q ser muito mais humilde.