Filipe Luís conta história curiosa da primeira impressão sobre Arrascaeta

Filipe Luís revelou como foi fácil jogar com Arrascaeta desde o início


O Flamengo está com calendário cheio neste mês de outubro. Após levar o tetracampeonato da Copa do Brasil, o time de Dorival Júnior tem compromisso com a final da Libertadores da América, neste sábado (29). Grande parte do sucesso do elenco é devido às peças importantes dentro de campo, como Filipe Luís e Arrascaeta. Em entrevista à Conmebol, o lateral esquerdo avaliou como enxerga a genialidade do uruguaio dentro de campo.

— Falar sobre o ‘Arrasca’ é fácil. É um jogador que todo mundo vê e sabe o potencial que tem. Quando eu estava no Atlético de Madrid (ESP), eu acompanhava o Flamengo sempre, e vi que o clube havia contratado o Arrascaeta mas ainda não conhecia ele. Vi alguns jogos e lances no Cruzeiro, mas quando ele veio para o Flamengo ele não jogava, e eu não entendi muito bem o porquê, e até duvidei, achei que ele não era tudo isso que o pessoal falava -, revelou Filipe Luís, antes de continuar:

— Quando eu cheguei aqui, ele já estava jogando, e eu comecei a treinar com ele. Ele jogava na ponta esquerda, ou seja, do meu lado, e a gente já se entendeu. No primeiro treino eu toquei a primeira bola para ele, e ele já devolveu, e eu soube: “Esse é o cara que eu preciso estar perto e me conectar no jogo”. E assim, eu sempre falo de química, e você encontra essa química dentro de campo. Com ele isso aconteceu no primeiro jogo, contra o Bahia. E eu já senti, sabia que ele era diferente, muito craque, mas que era subestimado -, declarou o lateral.


Saiba como lucrar com vitórias do Flamengo!



Filipe Luís e Arrascaeta fazem parte do elenco vitorioso do Flamengo nos últimos anos. Peças fundamentais na equipe, são titulares absolutos no time de Dorival que, inclusive, estarão em campo no próximo sábado (29), para disputar a decisão do maior torneio do continente, a Libertadores. O lateral revelou como o uruguaio se encaixou bem com a torcida e com o Rubro-Negro, fazendo com que tudo fosse ainda mais produtivo.

— Ele tem nível para estar na Europa, e o tempo me deu razão. Jogador que vem crescendo cada vez mais. Ele está feliz no Flamengo. Se conectou com a torcida e com a cidade (Rio de Janeiro), e é um cara que eu continuo procurando no campo. E está cada vez mais difícil, porque cada vez mais os adversários estão gastando jogadores para marcá-lo. Mas, é um jogador que faz a diferença -, afirmou o jogador do Fla.

No próximo sábado (29), o Flamengo tem o jogo mais importante da temporada até aqui, contra o Athletico-PR, pela final da Libertadores, em Guayaquil. Contudo, a equipe de Dorival tem um último compromisso antes da decisão. O jogo contra o Santos, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, é nesta terça-feira (25), no Maracanã. A bola rola às 21h45 (horário de Brasília), na última oportunidade da Nação Rubro-Negra prestar apoio antes do time embarcar para a cidade equatoriana, na quarta (26).

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • O fato dele “não jogar”, no coneço, deveu-se à incompetência do então treinador Abel Braga. Como jogava pelo lado esquerdo do ataque, Abel escalava BH27 por ali e deixava o Arrasca no banco, já causando uma insatisfação tanto na diretoria quanto na torcida. Foi o olho clínico de Jorge Jesus que “achou” um lugar pra ele no time, ganhou tudo o que disputou e Arrascaeta nunca mais foi reserva.
    Se Dorival permanecer no Flamengo, terá um desafio muito parecido em 2023: achar um lugar para BH27 num time que não joga mais sem Pedro.

  • Arrasca é um deboche,joga muito..

  • Na verdade, o Abel, queria o Rodriguinho, ao invés de nosso gênio De Arrascaeta… Graças a Deus tudo deu certo, com o nosso (Hacker: Quebra qualquer defesa…):
    “Hacker – De Arrascaeta”.

  • Embora tenha sido uma decisão equivocada, era compreensível o Abel deixá-lo no banco. O Diego Ribas (ainda) jogava bola e entregava mais intensidade, ao passo que o nosso uruguaio deixava a desejar neste quesito. Quem não se lembra dos dois lances que o Arrascaeta entregou a paçoca? Mesmo assim, o seu potencial era visível e o JJ soube aproveitá-lo muito bem!!!

  • Kkkkk… só o abelão mesmo pra deixar um cara desse no banco! Eita que matava a torcida de raiva.

  • O gênio do Abel Braga que não colocava ele pra jogar!