Tite justifica comemoração em gol do Brasil e cita Dorival Júnior, ex-Flamengo

Tite lembrou de Dorival Júnior para explicar celebração discreta em vitória na Copa do Mundo


O técnico da Seleção Brasileira, Tite, costuma ser ‘explosivo’ nas comemorações dos gols dos times que comanda. Nesta segunda-feira (28), na vitória do Brasil por 1 a 0 sobre a Suíça, o treinador agiu de forma diferente. Depois do tento de Casemiro, o comandante da Amarelinha apenas abraçou e beijou o filho e auxiliar Matheus Bacchi. Ao justificar a reação, o gaúcho lembrou de Dorival Júnior, ex-técnico do Flamengo.

“Beijo no Matheus é porque eu sou ser humano antes. Grande profissional do meu lado. E também meu filho. Tal qual (Carlo) Ancelotti, Dorival, grandes músicos. Tenho a felicidade de ter um grande profissional e um filho que eu amo”, disse Tite, citando o ex-treinador do Flamengo e o atual comandante do Real Madrid (ESP), que trabalham com filhos na comissão técnica.


Camisas do Flamengo, acessórios e muito mais: compre e ganhe brindes na melhor loja online do Mengão!


Diferentemente do que costuma fazer, Tite não saiu correndo e pulando após o gol de Casemiro, aos 37 minutos do segundo tempo, em duelo válido pela segunda rodada da primeira fase da Copa do Mundo do Catar. O treinador mostrou alívio com o tento do volante do Manchester United (ING), que garantiu a classificação do Brasil para as oitavas de final do Mundial.

Tite e os jogadores da Seleção Brasileira voltam a campo na próxima sexta-feira (02), contra Camarões, pela última rodada da primeira fase. O confronto é válido pelo Grupo G. Para o Brasil, vale a primeira posição e, para que isso aconteça, a pentacampeã precisa apenas de um empate. Atualmente, a Canarinho conta com seis pontos, contra três da Suíça e um dos africanos e da Sérvia.

Com o Brasil já com vaga antecipada, os jogadores do Flamengo na seleção esperam pela primeira oportunidade na competição. Everton Ribeiro e Pedro, assim como Daniel Alves, Bremer, Fabinho, Ederson e Weverton, foram os únicos que ainda não entraram em campo dos 26 convocados para a Copa do Mundo. Há a expectativa que Tite poupe alguns jogadores no duelo com Camarões.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Quanta besteira nos comentários anteriores

  • Treinador teimoso e medroso, como a maioria dos técnicos brasileiros.
    Nao sei se é vergonha ou medo de perder a boquinha.
    Tem que politicamente correto, porque se não agradar ao patrão sai queimado.
    E ainda peca pelo dialeto que fala: o Titês.

  • Pra mim substitui errado. Pedro tinha que ter entrado por causa das bolas na área e excelente posicionamento.

  • Porra nenhuma, n comemorou pq o coques* n passa um cordão ainda mais depois da cagada que fez deixando Fred que era um amenos e tirando Paquetá. Ai a Suíça quase marca e fode o Brasil e complicava a situação do Brasil no grupo, mas aí Casemiro salvou foi mais sorte do quer competência do treinador nesse jogo ai vem com esse Papinho aí querendo lacrar; era só ver a cara de assustado dele 🤣🤣🤣🤣

  • N comemorou pq foi o sentimento de alívio na hora, ele sabe que escalou e mecheu errado no time e se n ganhasse o mundo ia cair em cima dele, contestando isso.

  • tem e uma panela incrivel. colocar gabriel jesus e nao usar o pedro deixar paqueta armando jogo todo perdido colocar fred e deixar bruno guimaraes de fora. depois nao fala quando perder e voltar pra casa mais cedo. e outra seu filho nunca treinou um clube pode ter curso mas este d cbf e uma baba.

  • Esse treineiro é criação da paulistada. É fraco, muto fraco. Nós não temos UMA jogada pelas pontas, apesar de jogarmos com dois jogadores aberto. Com Rafinha e Vini Jr, só na individualidade. Em terra de cego, esse treineiro comanda a nossa seleção.