Zico acompanha classificação do Japão no Catar e se emociona: “Passou um filme na cabeça”

Zico é considerado o ‘fundador’ do futebol profissional no Japão


A grande surpresa da Copa do Mundo nesta quinta-feira (01) foi a classificação do Japão em primeiro lugar, em um grupo que tinha Espanha e Alemanha. Quem esteve presente no Estádio Internacional Khalifa para acompanhar a vitória dos asiáticos sobre o time espanhol foi Zico, considerado um dos maiores nomes do futebol no país. O Galinho de Quintino se emocionou com a classificação histórica dos nipônicos.

Hoje foi mais uma virada espetacular do Japão sobre a Espanha, vencendo por 2 a 1 e classificando em primeiro do grupo onde a Alemanha foi eliminada. Estava no jogo e tem muitos anos que não me emociono em um estádio de futebol. Passou um belo filme na minha cabeça, da minha chegada no Japão em 1991, para contribuir e ajudar no desenvolvimento do futebol profissional no País. Que eles continuem assim. Sucesso nessa caminhada. Gambatte Nippon (boa sorte, Japão)”, escreveu Zico, no Instagram.


Camisas do Flamengo, acessórios e muito mais: compre e ganhe brindes na melhor loja online do Mengão!


Para garantir a vaga nas oitavas de final, só a vitória interessava ao Japão contra a favorita Espanha. O resultado veio de forma dramática, de virada, com direito a suspense por conta do VAR. Alvaro Morata abriu o placar para os europeus, no início do primeiro tempo. Mas, em apenas seis minutos na etapa complementar, os asiáticos conseguiram a virada, com Ritsu Doan (3’) e Ao Tanaka (6’). O segundo gol só foi confirmado após checagem do árbitro de vídeo, pois a bola quase saiu pela linha de fundo no lance.

Com a classificação, o Japão vai enfrentar a atual vice-campeã do mundo, a Croácia, nas oitavas de final. O duelo acontece na próxima segunda-feira (05), às 12h (horário de Brasília). Os ‘pupilos’ de Zico podem cruzar com o Brasil nas quartas de final. Para isso acontecer, a pentacampeã precisa confirmar a primeira posição do Grupo G, contra Camarões, nesta sexta (02), e depois passar pelas oitavas de final.

ZICO E JAPÃO

Antes do início dos anos 90, o futebol no Japão não era praticado profissionalmente. Em 1991, Zico, com 38 anos, foi contratado pelo Kashima Antlers (JAP). No mesmo ano, houve a criação da J-League, e o Galinho foi o principal ‘garoto-propaganda’ da competição. O ídolo do Flamengo jogou por quatro anos no país, ganhou diversos títulos e encantou os asiáticos com jogadas plásticas. O eterno camisa 10 também foi técnico do Japão, na Copa do Mundo de 2006.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *