Em enquete, torcida do Flamengo prioriza terreno para estádio próprio e deixa Maracanã em segundo plano

FOTO: DIVULGAÇÃO / FLAMENGO

O Flamengo segue se movimentando nos bastidores em busca de um local para fixar seus jogos obtendo mais lucro, principalmente nas receitas oriundas de bilheterias. Os atuais dirigentes rubro-negros optaram por tentar administrar o Maracanã, mas a torcida do Fla vai na contramão disso, ao menos parte dela.

Em enquete realizada pelo site Coluna do Flamengo, os torcedores rubro-negros preferem, atualmente, que o clube vá atrás de um terreno, para poder construir seu próprio estádio. Das 1,582 pessoas que participaram, 70% (1.108) escolheram esta opção. Outros 27% (428) concordaram em continuar lutando pela administração do Maracanã. 3% (46) queriam ver o Fla se unir com os rivais do Rio de Janeiro.

Rodolfo Landim, atual presidente do Flamengo, garantiu, nesta quinta-feira (04), que a ideia do clube é assumir o estádio não só de forma provisória, mas também buscar manter a administração quando for lançado o edital definitivo.

— O que a gente discute agora é a administração por 180 dias. Porém, o nosso objetivo é de continuar parceiros na administração do Maracanã, quando isso vier a ser colocado novamente em pauta“.

O presidente do Vasco, Alexandre Campello, afirmou logo depois que não aceitará a proposta do Flamengo, que é em conjunto com o Fluminense, pela administração do Maracanã.

— Nos preocupa muito, o Vasco não concorda com esse tipo de cessão de direitos. O Vasco não irá aceitar esse tipo de direcionamento. O Maracanã é um patrimônio do povo, foi construído com dinheiro da sociedade e não pode ser usado de maneira exclusiva por um dos clubes. Vamos buscar os nossos direitos, na Justiça ou em outro lugar -, declarou Campello, em entrevista coletiva concedida nesta quinta.

Além dos clubes, outras empresas se mostraram interessadas em administrar o estádio até que o processo de licitação esteja disponível. Ou seja, o imbróglio pelo estádio do Maracanã ainda está apenas no começo e muita coisa ainda deve acontecer.

Veja também