Flamengo descarta volta de Rodinei para substituir Rafinha

FOTO: RICARDO DUARTE / RDC TV

Rafinha aceitou a proposta do Olympiacos, da Grécia, e não faz mais parte do elenco do Flamengo.  Os dirigentes cariocas passaram a monitorar o mercado de transferência por um nome que possa substituir o lateral-direito à altura. Este jogador, no entanto, não é Rodinei, atualmente no Internacional.

Rodinei ainda tem contrato vigente com o Flamengo, com duração até dezembro de 2022. Emprestado para o Internacional, o atleta até poderia ser uma opção para o lugar de Rafinha, no entanto, Marcos Braz, vice-presidente de futebol rubro-negro, foi questionado sobre o tema e respondeu de forma direta: “Não“, disse o dirigente em entrevista coletiva nesta sexta-feira (14), descartando assim qualquer possibilidade de retorno do atleta ao Mais Querido.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


O lateral-direito, que atuou pelo Flamengo por quatro temporadas – de 2016 a 2019 -, deve cumprir o contrato com o Internacional até o final. O vinculo de empréstimo se encerra em maio de 2021. Caso queira comprar o jogador em definitivo, o colorado terá que desembolsar 4 milhões de euros (cerca de 25,6 milhões na cotação atual). Rodinei disputou, ao todo, 154 jogos e marcou oito gols com o Manto Sagrado.

Os dirigentes do Flamengo têm um nome prioritário para o lugar de Rafinha. Trata-se de Maurício Isla. O lateral chileno, de 32 anos, está sem contrato desde que deixou o Fenerbahçe, da Turquia, e encontrá-se livre para assinar com o Rubro-Negro, mesmo com a janela de transferência internacional fechada. O atleta se encaixa no perfil desejado pela diretoria carioca: experiente e vencedor. Pelo clube turco, onde ficou por três temporadas, Isla soma 91 partidas disputadas e 13 assistências.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Rodinei não pode voltar nem como gandula.
    Acho que poderia trazer o Yago Pikachu. É um excelente lateral, novo, e tem muita visão de jogo.
    O Vasco, por estar em difícil situação financeira, com certeza não iria relutar em vendê-lo para fazer caixa.