Ceni explica ‘requisito necessário’ para zagueiros do Flamengo e cobra equipe: “Tem que agredir o adversário”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

O Flamengo se tornou referência no Brasil ao longo dos últimos anos por conta da questão financeira equilibrada. Porém, dentro de campo, o Rubro-Negro sempre chamou atenção pela ofensividade demonstrada nas partidas. Rogério Ceni falou sobre o tema em entrevista ao Esporte Espetacular, da TV Globo.

O treinador recuou Willian Arão para jogar como zagueiro. Vale lembrar o fato de o atleta ter sido contratado como segundo volante e, às vezes, ter atuado ainda mais avançado. Rogério Ceni explicou como imagina futebol, com os defensores sabendo propor o jogo de forma prática e eficiente.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


Dentro do que eu vejo no futebol, eu prefiro muito mais volante de armação ou até zagueiros que construam o jogo do que aqueles jogadores defensivos, de marcação. Acho que é muito mais a cara do Flamengo, a característica do Flamengo, propor jogo -, disse o treinador, antes de seguir:

Eu lembro do Flamengo da década de 80, que era extremamente propositivo desde aquela época. Claro que o futebol mudou muito. O Flamengo de 2019 também era assim. Quando você fala de Flamengo, a característica é de proposição de jogo -, ponderou o treinador.

Rogério Ceni fez questão de lembrar do Flamengo histórico dos anos 80, que conquistou tudo sob o comando de Zico. Por isso, a ideia do treinador é fazer com que a equipe possa jogar de maneira semelhante, dominando boa parte das partidas, sempre visando o gol do adversário.

Você vai lembrar de Zico, vai lembrar de jogadores técnicos… Adílio, Andrade, Leandro veio para zaga, é construtor de jogo. O Júnior, que veio para o meio-campo. Vai lembrar de tanta gente que mostra que o Flamengo é um time de construção de jogo, um time que propõe o jogo, que tem que ter mais posse de bola, agredir mais o adversário. Através disso, construímos um time que tem as características do clube aliadas ao que tenho de pensamento de jogo -, encerrou.

O treinador tem um problema para escalar o time nesta reta final do Campeonato Brasileiro. Willian Arão foi diagnosticado com fratura no dedo do pé e deve ser desfalque nos dois últimos duelos do Rubro-Negro no torneio. O próximo, considerado como ‘final’, é entre líder e vice-líder da competição. O Flamengo, atual segundo colocado, com 68 pontos, enfrenta o Internacional, primeiro na tabela, com 69. A bola rola às 16h (horário de Brasília) de domingo (21), no Maracanã.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *