Ministério da Saúde não exigirá vacinação de jogadores para disputa da Copa América

FOTO: FÁBIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL

Prestes a começar, a Copa América, que será disputada no Brasil, está movimentando os bastidores do mundo do futebol a todo vapor. No entanto, fora da quatro linhas, não está sendo diferente. Nesta segunda-feira (07), o ministro da saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que não será exigida a vacinação de jogadores contra a Covid-19 para a realização do torneio.

– Não é uma imposição a questão da vacina. Os que estiverem vacinados, melhor. Mas não vai haver um esforço para vacinar agora. Até porque a vacina pode causar uma reação, e isso poderia comprometer o ritmo competitivo dos jogadores. As medidas sanitárias de controle, como a realização dos testes – e não será teste rápido, será o RT-PCR -, explicou.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


De acordo com o ministro, outras competições já estão sendo disputadas no Brasil sem a necessidade da vacinação. Além disso, Queiroga reforçou a ideia de que o protocolo adotado para o torneio possibilita a realização do evento. No mais, Marcelo falou sobre a fiscalização para evitar possíveis aglomerações de torcedores, e reafirmou o dever dos estados e municípios no controle das medidas.

Ainda que o Ministério da Saúde não exija a vacinação, vale destacar que, enquanto negociava com o Brasil para sediar a Copa América, a Conmebol apresentou plano de imunização para todas as delegações antes do início dos jogos. Até o momento, seis seleções já estão vacinadas e outras duas devem receber o imunizante nesta semana. Segundo o portal UOL, para a Seleção Brasileira, há uma previsão de que os envolvidos sejam vacinados entre terça e quarta-feira (08 e 09), no Paraguai.

A Copa América vai se iniciar no próximo domingo (13), e o Brasil vai estrear na competição contra a Venezuela. Antes disso, a Seleção Brasileira tem um compromisso pelas Eliminatórias da Copa: o jogo contra o Paraguai, que será disputado nesta terça-feira (08). Para o embate, Tite poderá contar com dois atletas do Flamengo: Gabigol e Everton Ribeiro. Rodrigo Caio, que também está com a seleção, sentiu dores no joelho e está sob observação.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *