Flamengo alega problemas na operação em imbróglio com o Atlético-MG por torcida visitante no Maracanã

FOTO: REPRODUÇÃO

Após ser intimado pelo STJD a ‘dar notícias’ sobre torcida visitante no duelo contra o Atlético-MG, o Flamengo enviou um ofício ao órgão nesta sexta-feira (29). Nele, o Rubro-Negro explica que a operação do cotejo entre os rivais apresenta riscos aos torcedores e aos clubes. Especialmente no que tange a torcida Alvinegra, visto que vem de outro estado e precisariam fazer a retirada do voucher, horas antes do jogo. Dessa forma, tudo indica que a ‘confusão’ está muito longe de acabar.

Por se tratar de uma operação demorada e perigosa, por conta da crescente rivalidade entre as torcidas, o Rubro-Negro ainda tenta organizar a questão dos adeptos visitantes. O Flamengo entende que, pela liberação da CBF, o Atlético-MG está no direito de reclamar e pedir pelos ingressos de seu setor. No entanto, por conta do pouco tempo para ser realizada, a viagem de torcedores de Belo Horizonte está bastante ameaçada. A informação é do Portal UOL.

No Rio de Janeiro, geralmente, é fácil adotar este tipo de logística. Os torcedores possuem três dias para se programar, cumprir os pré requisitos e realizar a troca do voucher. Contudo, graças ao silêncio e, consequentemente, o atrasado do Flamengo, a operação teria apenas 24 horas para ser realizada. Com isso, o Atlético-MG entende que o Rubro-Negro precisa ser punido com multa, visto que dificultou o acesso dos visitantes ao Maracanã.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


No momento, a decisão está nas mãos de Otávio Noronha, presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva. O mandatário acatou o pedido de liminar do Atlético-MG e, além disso, deu o prazo ao Flamengo para se manifestar. O capítulo marca mais um desafeto entre as equipes, que já vinham se estranhando por conta de arbitragem, convocações para Seleções e calendário de competições manejadas pela CBF.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *