Renato ameniza ‘seca’ de Gabigol e relembra: “Também estavam cobrando o Pedro há um tempo”

Ao contrário do que vimos em outras fases da Copa do Brasil, o Flamengo de Renato não conseguiu impor seu favoritismo diante do Athletico-PR e empatou em 2 a 2 no primeiro jogo da semifinal. Nenhum dos gols da partida foi marcado por Gabigol, que saiu de campo aos 68 minutos reclamando de dores. A seca do artilheiro rubro-negro foi uma das pautas da coletiva de Portaluppi após o duelo.

Dia 28 de agosto: data da última vez que Gabigol balançou as redes com a camisa do Flamengo. Naquela ocasião, o artilheiro foi responsável por três dos quatro gols da goleada por 4 a 0 sobre o Santos, na Vila Belmiro. De lá para cá, o camisa 9 completou sete jogos sem marcar tentos com o Manto Sagrado. Questionado sobre o período de seca de seu principal atacante, Portaluppi amenizou o clima e relembrou as recentes cobranças a Pedro também.

— Eu não conheço um jogador do mundo que não fique alguns jogos sem marcar. Há um tempo, também estavam cobrando do Pedro, eu falei: ‘Pedro, relaxa. Daqui a pouco a bola vai entrar’, e ele voltou a fazer gols. A mesma coisa é com o Gabriel, o importante é a entrega, vem nos ajudando. Quando se enfrenta uma equipe com três zagueiros, se ele ficar parado, não vai encostar na bola. Muitas vezes ele fica mais longe do gol, mas tem aberto espaços para os companheiros —, disse Renato Gaúcho.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Pedro, relembrado por Portaluppi em coletiva, foi responsável pelo gol de empate do Flamengo, de pênalti, no último lance do primeiro jogo da semifinal. Thiago Maia marcou o primeiro, aos 15 de partida. Na próxima quarta-feira (27), é a vez do Mais Querido abrir os portões do Maracanã para receber a equipe paranaense, pelos 90 minutos decisivos desta fase da Copa do Brasil. Este embate também está marcado para ocorrer às 21h30 (horário de Brasília).

Antes disso, porém, o Rubro-Negro tem o clássico mais charmoso do país, contra o Fluminense, no sábado (23), às 19h (horário de Brasília), no Maracanã. O Flamengo não pode pensar em outro resultado além da vitória se quiser ter chance de voltar a depender de si para o eneacampeonato brasileiro. Por outro lado, precisará secar o Atlético-MG contra o Cuiabá, no domingo (24).

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *