Desempenho cai, e Flamengo acumula apenas 66% de aproveitamento contra times do Z-4

Rubro-Negro só conseguiu vencer o Bahia nos dois turnos, mas ainda tem um confronto contra o Sport em dezembro


Por: Ana Beatriz Zayat

Sob questionamentos ao trabalho de Renato, o Flamengo empatou em 2 a 2 com o Grêmio pela remarcada segunda rodada do Brasileirão, na Arena. A igualdade no placar fez com que o aproveitamento de Portaluppi despencasse de 72% para 66,6% diante de equipes do ‘Z-4’. O compromisso em Porto Alegre foi o último do Rubro-Negro antes de embarcar para o Uruguai, para buscar a terceira Glória Eterna da história carioca, nesta quarta-feira (24).

Antes de ir a campo na última terça-feira (23), o Flamengo tinha um desempenho superior aos 70% contra clubes que lutam para se livrar do rebaixamento. Agora, com o empate em 2 a 2 após ter ficado em vantagem de 2 a 0, o Mais Querido detém 66,6% de aproveitamento no quesito. O placar rendeu, inclusive, muitas críticas ao técnico Renato Gaúcho, que além da vantagem no marcador ainda tinha superioridade numérica em campo.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Cabe pontuar que, até o momento, o Bahia é o único time do Z-4 que perdeu para o Flamengo nos dois turnos desta edição do Brasileirão – por 5 a 0 e 3 a 0. O Sport ainda pode repetir tal feito, visto que foi superado na ida e ainda não enfrentou o Rubro-Negro carioca no returno. O Grêmio, além do empate, venceu o Mais Querido por 1 a 0, em pleno Maracanã. A já rebaixada Chapecoense segurou os 2 a 2 na Arena Condá, mas havia sido derrotada por 2 a 1 anteriormente, no Rio de Janeiro.

Agora o Flamengo deixa para trás todo cálculo envolvendo a tabela do Brasileiro e foca apenas nos últimos 90 minutos da Libertadores da América 2021. A busca pela Glória Eterna terá início no próximo dia 27, às 17h (horário de Brasília), no Estádio Centenário, no Uruguai – terra natal de Giorgian de Arrascaeta, uma das opções de Portaluppi para decisão. Se vencer, o Mais Querido se tornará um dos tricampeões continentais do futebol brasileiro.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Graças ao inútil do “técnico”.