Benfica recebe críticas e se vê pressionado após reunião entre Jorge Jesus e Flamengo

Clima em Portugal fica pesado não somente para o treinador, mas também para o presidente dos Encarnados


Marcos Braz, vice-presidente de futebol, e Bruno Spindel, diretor executivo da pasta, estão em Portugal e se reuniram com Jorge Jesus na última terça-feira (21), em Cascais, na casa do próprio Mister. O presidente do Benfica, Rui Costa, autorizou o encontro, fazendo com que a pressão aumentasse consideravelmente sobre o time encarnado.

Isso porque, a torcida benfiquista e a imprensa portuguesa consideraram “um erro grave” permitir o encontro entre Jorge Jesus e Flamengo às vésperas de um clássico decisivo. O Benfica visita o Porto, em jogo único, pelas oitavas de final da Taça de Portugal. A partida terá início às 17h45 (horário de Brasília) desta quinta-feira (23).

Nas últimas semanas, a imprensa portuguesa só fala do Flamengo, mas o tema foi intensificado nessa quarta-feira (22). Após o encontro, sobrou críticas ao treinador, aos dirigentes cariocas, mas também principalmente ao presidente do clube encarnado. Auxiliar de Jorge Jesus, João de Deus foi quem abriu o jogo, revelando que Rui Costa permitiu a reunião.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


Ontem (terça) houve um encontro (dele) com os amigos do Flamengo e devidamente autorizado pelo Benfica e com o conhecimento de Rui Costa. O Mister disse que não pode e nem quer neste momento abandonar o Benfica. Há um contrato para cumprir, quer cumprir e quer ganhar títulos no Benfica. Foi isso que nos fez vir para a Portugal novamente -, afirmou João de Deus.

Pessoas próximas ao técnico, inclusive, tentaram avisar que não era o momento para se reunir com o Flamengo. Porém, Jorge Jesus decidiu assim fazer, mesmo sabendo que terá dois jogos pela frente que podem decidir o seu futuro. Pressionado, o comandante pode ser demitido se não tiver sucesso contra o Porto nesta quinta-feira (23) e no dia 30, este pelo Campeonato Português.

O Flamengo, por outro lado, acompanha tudo de longe. Jorge Jesus é prioridade e, por isso, o Rubro-Negro ainda não intensificou as tratativas com nenhum treinador, aguardando o Benfica definir sobre a permanência ou a saída do Mister. Após o dia 30 (próxima quinta), o Fla terá um cenário mais amplo e poderá decidir por fechar com outro técnico ou repatriar Jesus.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *