Rodrigo Muniz ajusta alimentação e diminui porcentagem de gordura para evoluir no Flamengo

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

O Flamengo montou um elenco extremamente qualificado para a disputa das últimas temporadas. Para conseguir se destacar entre os profissionais do clube, qualquer garoto da categoria de base tem que fazer algo diferente nos bastidores, e Rodrigo Muniz é prova disso. O centroavante tem cinco gols em seis partidas na atual edição da Taça Guanabara, e a reeducação alimentar foi um dos fatores que fizeram o atleta se sobressair com apenas 19 anos.

 

Rodrigo Muniz chegou a ter 15% de porcentagem de gordura e reclamou sobre a situação com o nutricionista Douglas Oliveira. A partir de então, a dupla passou a ser aliada fora dos gramados, visando melhorar o desempenho do garoto dentro dos gramados. Mesmo no Coritiba, onde atuou por pouco mais de um mês em 2020, o profissional continuou cuidando da alimentação do atacante, e os resultados passaram a ser notados nesta temporada.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


O atleta sempre foi muito bom em termos de massa muscular. Mas ele se sentia um pouco pesado e achava que isso influenciava no estilo de jogo dele. A gente tentou com dicas melhorar um pouco a alimentação em casa. Fiz uma dieta para ele. Dava toque do que comprar, como fazer compras do mês e assim ele foi melhorando bastante, conseguindo comer melhor. Ele foi começando a evoluir. Nessa época, numa das avaliações que foi feita, ele estava com um percentual de gordura de 15% na balança que tínhamos. Ele estava um pouco fora do ideal do que a gente traçou -, explica Douglas Oliveira, em entrevista ao site da ESPN.

Além de Douglas Oliveira, o preparador físico Roberto Oliveira, chamado carinhosamente de Betinho, participou ativamente da transição corporal do atleta. Isso porque, Rodrigo Muniz diminuiu a porcentagem de gordura e aumentou consideravelmente a de massa magra, que já era considerada boa. Com isso, o centroavante pôde mostrar dentro de campo toda a evolução conquistada, tanto de força quanto de mobilidade.

Ele foi bem dedicado nisso. Nas últimas avaliações, que ocorreram em fevereiro, ele caiu para 10% de (percentual) gordura. Ele desceu 5% de gordura e isso resultou em uns quatro quilos de gordura eliminados. O peso dele mudou apenas três quilos porque ele ganhou massa. Ele sempre foi um rapaz muito forte. Então o nosso protocolo era para a gente conseguir manter a massa muscular enquanto ele tinha essa perda de gordura. Objetivo de ficar um pouco mais leve, um pouco mais rápido nas mudanças de direção, melhorar as arrancadas, as impulsões e melhorar a altura que ele pode chegar num salto -, completou Douglas Oliveira.

O poder de precisão, no entanto, sempre foi um dos pontos fortes de Rodrigo Muniz, desde a categoria de base do Flamengo. O jogador, no entanto, aguarda por novas oportunidades. Como Gabriel Barbosa retornou aos jogos,  o jovem atacante, de 19 anos, terá que esperar por outras chances no Rubro-Negro. Gabi, inclusive, será o titular do Fla no confronto com o Bangu, às 21h (horário de Brasília) desta sexta (31). O duelo é válido pela sétima rodada da Taça Guanabara e será disputado no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *